a Agência Mov foi a mais premiada dos principais festivais publicitários do interior do Brasil

Os números impressionam: criada há apenas quatro anos, a agência coleciona 34 prêmios. Este ano não foi diferente: a Mov foi a mais premiada no FestGraf 2017, o maior festival de mídia impressa do interior. Com 20 peças entre as finalistas, a equipe conquistou três ouros e três bronzes. No Prêmio Recall, a Agência também levou para sua sede um ouro e um bronze, além do prêmio máximo do Festival pela maior quantidade de peças na final — foram 11. Números tão expressivos colocam a Agência entre as mais criativas do interior. “Acredito que nossa inspiração venha da vontade de inovar. Convivemos constantemente com um ‘bichinho’ a gritar em nossos ouvidos que não podemos perder nossa essência, o que nos leva a um padrão de qualidade bastante elevado e que já virou marca registrada”, analisa Marcelo Senno, diretor de criação da Agência.

De acordo com Aline Pileggi, diretora de criação da Mov, os prêmios conquistados são a consequência de um trabalho baseado no desejo de ser criativo todos os dias. “O que nos move são os clientes, clientes reais, para quem buscamos soluções no dia a dia. Quando essas ideias geram resultados para quem confia no que fazemos e prêmios para a Agência, significa que estamos no caminho certo”, pontua Aline, que trabalhou por dez anos em grandes agências de São Paulo, onde os recursos à disposição dos criativos estão em outros patamares. Levando em consideração esse fator, os resultados alcançados pela Mov são ainda mais surpreendentes. “Colocar 33 peças à final do FestGraf, pensadas para mais de 13 clientes diferentes, dá um orgulho imenso para todos nós”, reforça a diretora de criação.

Acreditar na própria ideia é o primeiro passo para desenvolver uma campanha de sucesso e nem sempre é simples demonstrar a força da proposta. Para se ter uma ideia, uma das campanhas premiadas foi apresentada cinco vezes ao cliente até receber sua aprovação. Resultado: sucesso na rua e nos festivais.

Entre as vencedoras do FestGraf 2017, na categoria Campanha, está o material desenvolvido para a divulgação do Portal Revide. Também vale destacar o ouro na categoria Promocional, garantido pela campanha de lançamento do filme “Internet – O filme”. “Para este trabalho, fomos procurados pela Paris Filmes em função de outra campanha da Mov, desenvolvida para a divulgação do livro do youtuber Cristian Figueiredo. Ou seja, conquistamos o cliente pela qualidade do nosso material, e não por indicação ou concorrência”, comemora Marcelo.

A criatividade da Mov, aliás, é o principal produto buscado pelos clientes. “Quem nos procura, geralmente, cansou de fórmulas prontas, está interessado em algo novo e tem a cabeça aberta para propostas diferentes. Na Mov, seguimos a filosofia de que criatividade gera resultado. Isso porque uma única receita não pode funcionar em um mercado em constante evolução. Precisamos acompanhar as mudanças”, ressalta Alexandre Marques, coordenador digital.

Ano de desafios

De acordo com Ricardo Carneiro, diretor Comercial da Mov, o ano de 2017 foi marcado pelo desafio de manter a essência criativa da agência e competir em um mercado que vem privilegiando profissionais sem ou com pouca experiência. “Vemos pessoas que saíram da faculdade há pouco tempo assumirem cargos de alta responsabilidade, que não condizem com o conhecimento que têm. Por isso, acabam oferecendo serviços que não podem entregar, mas a um custo muito inferior. Enquanto isso, procuramos manter a excelência e fazer sempre o melhor”, avalia Ricardo, destacando que a escolha final é, sempre, do cliente.

Para 2018, os planos incluem conquistar mais clientes, ter mais inspiração, garantir mais resultados e, consequentemente, mais prêmios. “Também ficamos com o ouro, mais uma vez este ano, na categoria Campanha Integrada. Este é um grande diferencial da nossa agência: pensar de forma global a presença dos clientes on-line e off-line com criatividade e procurando otimizar a verba disponível. Da mesma forma, seguimos rumo a 2018”, acrescenta Aline. Em tempos de crise e “buggets” milimetricamente calculados, a distribuição dos recursos precisa ser feita de forma inteligente. “Equilíbrio é a palavra-chave para quem deseja gerar resultado”, ensina a diretora de criação, salientando que de nada adianta um bom planejamento sem criatividade, clientes a fim de apostar no novo e parceiros dispostos a ir em busca dos melhores resultados.

fonte: https://www.revide.com.br/editorias/novidade/criatividade-que-rende-premios/